Sindenel - Sindicato dos Eletricitários de Curitiba
"FORÇA E UNIÃO, a nossa receita para a vitória"

SINDENEL - SINDICATO DOS ELETRICITÁRIOS DE CURITIBA

"FORÇA E UNIÃO, a nossa receita para a vitória"

SINDENEL-SINDICATO DOS ELETRICITÁRIOS DE CURITIBA

Copel divide a categoria e acena com extinção do abono salarial

VEJA TAMBÉM

Comunicado – Campanha Unificada do ACT 2020/2022


SINDENEL – SINDELPAR – SINTEC-PR – SENGE-PR - STEEM – SINEL – SINDEL – SINDASP – STIECP SINTESPAR – SINDESPAR

Copel divide a categoria e acena com extinção do abono salarial

Aconteceu hoje, 02 de setembro, por via remota, o segundo dia de negociações do ACT 2020-2022 da Copel. Presentes, além dos negociadores da empresa, dirigentes de todas as entidades sindicais que coletivamente elaboraram uma pauta unificada para a reunião com a empresa, firmemente imbuídos da defesa das conquistas e dos direitos adquiridos dos trabalhadores.

Durante os trabalhos, os sindicatos obtiveram o atendimento a praticamente todos os itens econômicos, com o reajuste salarial pelo INPC pleno nos salários, bem como a aplicação do mesmo índice às demais cláusulas econômicas, excetuando-se o reajuste do vale-creche (que, entretanto, continua como direito). A COPEL concordou com a renovação do ACT por 2 anos, o que traz a garantia da manutenção de todas as cláusulas do atual acordo.

O ponto de combate desta negociação tem sido o abono: a empresa reafirmou a sua intenção de acabar com o abono como parte do acordo coletivo, argumentando que se trata de um item anacrônico, não praticado pelo mercado em geral, principalmente o mercado privado, frequentemente citado como referência durante os debates. A proposta da Copel sobre isso é a de segmentar a categoria, colocando empregados em uma faixa e gerentes em outra, sendo esta última também estratificada em dois níveis. Para todos os empregados e alguns gerentes, seria pago metade do abono do ano passado agora em 2020 e para 2021 seria 25% do abono de 2019 e para alguns gerentes e superintendentes o fim do abono já em 2020, o que nos aponta a possibilidade de sua extinção para todos em breve. Os dirigentes sindicais externaram sua contrariedade com a proposta e a reunião de hoje foi interrompida para ser retomada amanhã, 03/09.

Embora a Copel utilize essa comparação com o mercado privado e pretenda aplicar uma política de meritocracia, ela é uma empresa pública. Ainda é, e deve continuar assim, levando em conta certamente as condições de atendimento, de bons serviços e produtos, mas também o bem-estar de seus trabalhadores, cidadãos do estado do Paraná. O abono é um dos itens que têm sido decisivos para os empregados, que acumulam perdas de massa salarial e poder de compra ao longo dos anos. Assim, em reunião interna, após a reunião com a empresa, os dirigentes sindicais decidiram não aceitar qualquer proposta que comprometa o abono ou que gere divisão dentro da categoria.

A reunião será retomada amanhã, a partir das 14:00, com a defesa do abono conforme está descrito na pauta de negociações deste ano. E seguimos para manter direitos e a unidade dos eletricitários do Paraná.

VEJA TAMBÉM

Card image cap
Ação Copel do auxílio alimentação
Leia Mais
Card image cap
Comunicado SINDENEL
Leia Mais
Card image cap
COMUNICADO CSMEC
Leia Mais

Sindenel - Sindicato dos Eletricitários - Footer